Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.bahiana.edu.br:8443/jspui/handle/bahiana/225
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCastelar, Marilda-
dc.contributor.advisor-coCastro, Martha Moreira Cavalcante-
dc.contributor.refereesFranco, Aicil-
dc.contributor.refereesRibeiro, José Carlos Santos-
dc.contributor.refereesMatos, Marcos Antonio Almeida-
dc.contributor.authorViana, Danilo Almeida-
dc.date.accessioned2016-10-20T20:29:26Z-
dc.date.available2016-10-20T20:29:26Z-
dc.date.issued2014-
dc.identifier.urihttp://www7.bahiana.edu.br//jspui/handle/bahiana/225-
dc.description.abstractIntrodução: Dirigir é uma habilidade necessária nos dias atuais. Contudo, acidentes, engarrafamentos, estresse, impaciência, intolerância e auto cobrança são situações e sentimentos presentes no trânsito contemporâneo. Estas vivências conflitantes enfrentadas pelo motorista no seu dia a dia podem causar medo de dirigir. Nestes sentido, existem vários tratamentos usados para pessoas que tem medo de dirigir, dentre as quais, a Terapia com Realidade Virtual. Objetivo: Avaliar os efeitos proporcionados por um jogo de condução de carros, utilizando-se um sensor de movimento como equipamento de interação humano-máquina, em indivíduos com medo de dirigir. Metodologia: Foi realizado um estudo de intervenção pareado com 22 indivíduos com medo de dirigir. Os dados foram coletados através das escalas Driving Cognition Questionnaire (DCQ), Escala de Ansiedade de Hamilton (HAM-A) e Post-Traumatic Stress Disorder Checklist - Civilian Version (PCL-C), que foram aplicadas antes e após as seis sessões de Terapia com Realidade Virtual. A analise dos dados foi feita através do teste T pareado (intra grupo), com um nível de significância de 5 % (p<0,05). Resultados: Os Achados deste estudo revelam uma redução estatisticamente significante nos escores das escalas DCQ e HAM-A, o que permitiu que outras associações e correlações fossem realizadas. Contudo, não houve uma redução estatisticamente significante na escalas PCL-C. Conclusão: A Realidade Virtual, em conjunto com o sensor de movimentos, demonstrou-se uma promissora ferramenta auxiliar para o tratamento de indivíduos com medo de dirigir.pt_BR
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia – FAPESB Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública – EBMSPpt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherEscola Bahiana de Medicina e Saúde Públicapt_BR
dc.publisher.programTecnologias em Saúdept_BR
dc.publisher.initialsEBMSPpt_BR
dc.publisher.countrybrasilpt_BR
dc.rightsacesso abertopt_BR
dc.subjectMedo de dirigirpt_BR
dc.subjectTerapia com Realidade Virtualpt_BR
dc.subjectSensor de movimentospt_BR
dc.titleContribuições da Terapia com Realidade Virtual em Indivíduos com Medo de Dirigir.pt_BR
dc.typedissertaçãopt_BR
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação.Viana.DaniloAlmeida.2014.001.BAHIANA.pdfDissertação.Viana.DaniloAlmeida.2014.001.BAHIANA1,77 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.