Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.bahiana.edu.br:8443/jspui/handle/bahiana/6082
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorPaula, Manuela Pimenta de-
dc.date.accessioned2022-06-29T18:27:12Z-
dc.date.available2022-06-29T18:27:12Z-
dc.date.issued2022-06-28-
dc.identifier.urihttps://repositorio.bahiana.edu.br:8443/jspui/handle/bahiana/6082-
dc.description.localpubSalvadorpt_BR
dc.description.abstractIntrodução: Os deficientes auditivos enfrentam barreiras comunicativas nos atendimentos realizados nos serviços da área da saúde e, no atendimento odontológico, não é diferente. Sobretudo porque, muitos dentistas não conhecem a Libras. Perante essa realidade, acredita-se que o uso de tecnologias assistivas possa melhorar esta comunicação, oferecendo mais conforto e segurança ao paciente bem como ao profissional, que será capaz de se comunicar de maneira mais eficaz com o paciente surdo. Objetivo: comparar duas tecnologias assistivas utilizadas junto ao paciente surdo, como instrumento facilitador da comunicação dentista X paciente durante a anamnese. Metodologia: estudo transversal em uma amostra de 29 pessoas de ambos os sexos, com idades entre 18 a 45 anos, com diagnóstico de surdez, alfabetizados e que tenham sido capacitados para o uso da língua de libras, moradores de Salvador, Bahia, divididos em 3 grupos. Os grupos utilizaram de forma combinada um dispositivo móvel que realiza comunicação GERAL em LIBRAS (HANDTALK) e de um aplicativo específico da área Odontológica (ODONTO LIBRAS) além de responderem à anamnese sem o uso dos aplicativos. Posteriormente, os participantes responderam a um questionário com respostas objetivas em cinco níveis, avaliando e comparando as técnicas. Resultados: as notas atribuídas pelo mesmo participante aos aplicativos tiveram comportamento semelhante para o HAND TALK e Odonto Libras. Comprando os valores atribuídos por cada pergunta medindo a dispersão dos valores observou-se que o Odonto Libras obteve melhor avaliação em relação ao HAND TALK Conclusões: O uso das tecnologias assistivas testadas não foram capazes de substituir integralmente o intérprete durante a realização da anamnese de acordo com a avaliação dos participantes desta pesquisa.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectEquipamentos de autoajudapt_BR
dc.subjectSurdezpt_BR
dc.subjectAssistência odontológicapt_BR
dc.subjectLínguas de sinaispt_BR
dc.subjectOdontologiapt_BR
dc.titleAnálise do uso das tecnologias assistivas para uma comunicação efetiva entre o cirurgião dentista e o paciente surdopt_BR
dc.typeTrabalhos finais e parciais de curso: Trabalhos de conclusão de Graduaçãopt_BR
Appears in Collections:Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MANUELA PIMENTA DE PAULA_619299_assignsubmission_file_TCC CORRIGIDO .pdf896,07 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.