Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.bahiana.edu.br:8443/jspui/handle/bahiana/6126
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCorreia, Luis Cláudio Lemos-
dc.contributor.authorTenório, Mário César Carvalho-
dc.date.accessioned2022-09-01T11:44:18Z-
dc.date.available2022-09-01T11:44:18Z-
dc.date.issued2021-03-19-
dc.identifier.urihttps://repositorio.bahiana.edu.br:8443/jspui/handle/bahiana/6126-
dc.description.abstractIntrodução: considera-se que o uso de esteroides anabólicos androgênicos (EAA) promovem alterações indesejadas no perfil lipídico e hepático de indivíduos saudáveis praticantes de treinamento resistido. Objetivo: contribuir para uma reflexão baseada em evidências em relação a decisão individual a respeito do uso de esteróides anabolizantes por praticantes de treinamento resistido para fins estéticos. Métodos: a presente tese foi composta por dois estudos, um estudo transversal, analítico, com grupo de comparação (usuários e não usuários de esteróides do sexo masculino) que ocorreu na cidade de Salvador /BA e uma revisão sistemática com metanálise de ensaios clínicos randomizados, nas bases de dados PubMed/Medline, Scielo e Science direct. Para o estudo transversal, duas visitas foram realizadas (centro de cardiologia e laboratório de analises clínicas) para conclusão da coleta de informações. Os sujeitos de ambos grupos submeteram-se ao preenchimento de formulário de anamnese sobre sua história de saúde, treinamento físico e uso de EAA (nome das drogas, dosagem e informações sobre os ciclos), exame físico, coleta de dados antropométricos, coleta de amostras de sangue e urina. O cálculo amostral foi realizado a priori para os desfechos HDL-C, TGO, TGP e Bilirrubina sendo necessárias 19,19,16 e 26 pessoas por grupo respectivamente. Para a revisão sistemática foram realizadas buscas por dois investigadores independentes e encerradas em junho de 2018. Foram utilizados termos do vocabulário Mesh, assim como os nomes dos principais esteroides anabólicos androgênicos como descritores de busca, tais como: anabolic androgenic steroids; Testosterone Congeners; Testosterone; Resistance training; Strength training; Resistance exercise; Strength exercise; HDL-C; LDLC; Lipoprotein; Triglycerides. Resultados: um total de 55 indivíduos foram incluídos, sendo 26 usuários de EAA (GU) e 29 controles (GC). A média de idade (anos) foi 27,6±6 e 30,3±9, sem diferença ente grupos, bem como altura (1,77±0,07 vs 1,74±0,06) e percentual de gordura (10,1±4,2 vs 11,8±5,3), respectivamente GU e GC. A dose semanal de EAA utilizada foi 812,5mg (IIQ647,5-1258,7). Na avaliação dos desfechos principais, os usuários apresentaram valores de HDL-C significativamente mais baixos (36±13mg/dL) em comparação aos controles (52±11mg/dL), p<0,001. Não houve diferença no LDL-C e Triglicerídeo entre os grupos. As transaminases se apresentaram mais elevadas entre os usuários em relação aos controles, sendo TGO 35,0U/L (IIQ25,0-61,0U/L) vs 23,0U/L (IIQ17,5-30,0U/L, p=0,002), e TGP 34,0U/l (IIQ26,0-49,5U/L) vs 24,0U/L (IIQ20,0-29,0U/L, p=0,001), respectivamente. Não foi demonstrado diferenças na Gama GT e na bilirrubina entre os grupos, ambos estando dentro dos valores de normalidade. Foram incluídos na revisão sistemática seis ensaios clínicos envolvendo 170 indivíduos praticantes de treinamento resistido. Não há estudos de qualidade suficiente para ser considerado preciso e com baixo risco de viés. Houve heterogeneidade considerável nas avaliações do HDL-c, LDL-c e hipertrofia (I²= 97, 95 e 91%, respectivamente). Conclusão: as evidências apresentadas por esta Tese não confirmam ser irracional uma decisão individualizada quanto ao uso de anabolizantes para fins estéticos, desde que se utilize um pensamento “clínico-econômico”, confrontando benefício individual e satisfação versus a probabilidade e magnitude de consequências não intencionais.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherEscola Bahiana de Medicina e Saúde Públicapt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Medicina e Saúde Humanapt_BR
dc.publisher.initialsEBMSPpt_BR
dc.publisher.countrybrasilpt_BR
dc.rightsacesso abertopt_BR
dc.subjectEsteroides anabólicos androgênicospt_BR
dc.subjectCongêneres de testosteronapt_BR
dc.subjectTestosteronapt_BR
dc.subjectTreinamento resistidopt_BR
dc.subjectLipoproteínapt_BR
dc.titleEsteróides anabólicos androgênicos reflexões baseadas em evidências sobre repercussões metabólicas em praticantes de treinamento resistidopt_BR
dc.typetesept_BR
Appears in Collections:Teses de Doutorado



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.